JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Propostas de investimento avaliadas pela ANIP superam meta do Executivo


ANIP
O desafio do Governo é de avaliar em média propostas de projectos de investimento privado no valor de 390,1 mil milhões Kz por ano (4 mil milhões USD), durante o quinquénio 2013/2017.

A Agência Nacional para o Investimento Privado (ANIP) avaliou, este ano, 177 propostas de investimento no valor de 433,3 mil milhões Kz (4,4 mil milhões USD) e que empregarão 17.109 trabalhadores, anunciou há dias Maria Luísa Abrantes, presidente do conselho de administração da instituição. A ANIP supera assim a meta definida pelo Executivo de analisar, anualmente, sugestões de investimento avaliadas em 390,1 mil milhões Kz (4 mil milhões USD), durante o quinquénio 2013/2017.

“Com orgulho, anunciamos que a ANIP avaliou 177 propostas de investimento no valor de 4.442.253.543,45 USD”, disse a responsável ao discursar no 2.º Conselho Consultivo da instituição, realizado na vila de Catete, município de Icolo e Bengo, província de Luanda.

Maria Luísa Abrantes explicou que, das referidas propostas, faltam alguns requisitos em projectos avaliados em 66,3 mil milhões Kz, cerca de 680,3 milhões USD. Sobre a reactivação da actividade da mina de Kassala Kitungo, no município de Kambambe (Kwanza Norte), a PCA da ANIP referiu que a proposta de investimento continua em fase de avaliação, “devido a falta de peças essenciais à sua negociação, por dela fazerem parte mais do que um projecto que darão origem a mais do que um contrato de investimento”.

O referido projecto insere- -se numa parceria público- -privada, que envolve a empresa pública de exploração mineira (Ferrangol) e os consórcios DT e Génios Mineira, da sociedade Angola Exploration Mining Resources (AEMR).

Luísa Abrantes destacou, por outro lado, o acompanhamento pela ANIP dos projectos em fase de implementação e fiscalização já aprovados, tarefa que, conforme disse, foi executada nas 18 províncias do País, com limitações “extremas” em Luanda, onde foram aprovados, desde 2003, cerca de 3.400 projectos.

O 2.º Conselho Consultivo da Agência Nacional para o Investimento Privado decorreu sob o lema “Promovamos o Turismo Rural, a Agricultura e a Agro-Indústria para Tornar Angola Melhor”. Nele foram abordados, entre outros, temas como “Acesso ao Crédito no Âmbito do Programa Angola Investe”, “Mecanismos para Evitar o Branqueamento de Capitais e de Combate à Fuga de Capitais”, assim como “Processo de Aquisição de Licenças de Exploração Mineira”.

Fonte: Expansão/Francisco Andrade

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 20 de Dezembro de 2013 by in Politica and tagged , , , , , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: