JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Republicanos venceram e Obama parece que já sabia

effdfdv

Os conservadores americanos reconquistaram a maioria no Senado, assumindo controlo total do Congresso. Políticos e académicos ouvidos pelo Expresso na noite eleitoral de ontem projectaram o que resta da presidência Obama.

Numa cidade maioritariamente liberal, a participação eleitoral rondava os 20% a meio da tarde de ontem. Um mau sinal para a esquerda e que aos poucos confirmava os dados das sondagens das últimas semanas, que atribuíam a vitória ao Partido Republicano nas eleições intercalares.

Enquanto Stephen votava, ouvia-se na rádio pública (“National Public Radio”), um excerto de uma entrevista exclusiva ao Presidente Barack Obama, que, tal como o septuagenário de Boston, parecia dar a corrida como perdida.

“Neste ciclo eleitoral, este é provavelmente o pior conjunto de estados para o Partido Democrata desde Dwight Eisenhower. Em muitos deles a luta é renhida, mas a verdade é que por tradição votam republicano”, disse o chefe de Estado.

À mesma hora, em Washington, a líder da minoria democrata na Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, afinava pelo mesmo diapasão: “Será uma noite difícil”.

No “Curley Community Center”, em Boston, gerou-se um burburinho, com alguns dos eleitores que esperavam para votar a perguntarem porquê que se tinham dado ao trabalho, visto que o líder democrata parecia reconhecer a derrota antecipadamente.

À saída, Stephen apercebeu-se das declarações de Obama. Resignado, suspirava e encolhia, repetidamente, os ombros. “A verdade é que vim votar porque me lembrei muito do nosso ex-mayor nestes últimos dias. O Tom (Thomas) era um político da velha guarda, que nunca dava nada por perdido, insistindo com as pessoas para votarem. Por isso, não me interessa o que Obama vem agora dizer”.

Thomas Menino faleceu no passado dia 30 de Outubro, vítima de um cancro, doença que, ao fim de 20 anos, o arredou da autarquia de Boston.

O sentimento de desilusão em relação ao Presidente marcou a campanha para as eleições intercalares de ontem, que terminaram com a vitória do Partido Republicano – consolidação da maioria na Câmara dos Representantes e reconquista do Senado, respectivamente, câmaras baixa e alta do Congresso.

Impopular, Obama participou em apenas sete comícios durante toda a campanha. Por comparação, o antigo chefe de Estado Bill Clinton apareceu em 47, parte deles ao lado da mulher Hillary, a provável candidata democrata às presidenciais de 2016.

Nos vários debates televisivos houve até candidatos democratas que recusaram dizer se tinham votado em Barack Obama. “Tenho o direito de não revelar o meu voto”, explicou Alison Grimes, candidata ao Senado pelo estado do Kentucky.

Fonte: Expresso/Jambakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 5 de Novembro de 2014 by in Politica and tagged , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: