JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Presidente da República rende homenagem a nacionalista Afonso Van-Dúnem

OriginalO Presidente da República, José Eduardo dos Santos, rendeu homenagem hoje, terça-feira, em Luanda, ao nacionalista , falecido no passado dia 14, nesta capital, vítima de doença,

Na Assembleia Nacional, onde decorrem as exéquias, o Chefe de Estado, acompanhado da primeira dama da República, Ana Paula dos Santos, depois da entoação do Hino Nacional, seguido de um minuto de silêncio, inclinou-se diante da urna do malogrado, gesto que simbolizou, assim, a sua última homenagem ao nacionalista.

De seguida, José Eduardo dos Santos transmitiu à viúva, filhos e demais familiares os seus sentimentos de pesar.

Afonso Van-Dúnem, de fortes e grandes convicções, contava 73 anos de idade, inteiramente dedicados a causa do Povo angolano, tendo ingressado nas fileiras do MPLA em 1961, aos 20 anos de idade.

Durante a luta de libertação nacional, participou na Conferência Nacional do Movimento, em Léopoldville (actual Kinshasa, República Democrática do Congo), em 1962, foi representante do MPLA em Lusaka, República da Zâmbia, e secretário particular do Presidente da formação politica, que viria tornar-se fundador da Nação, António Agostinho Neto.

Posteriormente, já na Angola independente, Afonso Van-Dúnem “Mbinda” ocupou, sucessivamente, os cargos de director do gabinete do Presidente Agostinho Neto, comissário (governador) provincial de Luanda, ministro das Relações Exteriores, embaixador na ONU e, após as Eleições Gerais de 2012, deputado à Assembleia Nacional, funções que suspendeu recentemente, por incompatibilidade.

Renderam igualmente homenagem ao falecido, que hoje vai a enterrar no cemitério Alto das Cruzes, nesta capital, membros dos órgãos de Soberania da República, deputados, membros do Executivo, das Forças Armadas Angolanas e da Polícia Nacional, dirigentes dos partidos políticos, do corpo diplomático e organizações internacionais acreditados no país, entidades religiosas e eclesiásticas, antigos combatentes e veteranos da pátria, familiares, entre outras individualidades.

Afonso Van-Dúnem “M’Binda” nasceu em Luanda, em 7 de Setembro de 1941. Começou a carreira política em 1960 e serviu, até 1972, como representante do MPLA na Zâmbia, além de coordenador de Relações Exteriores do MPLA na República Unida da Tanzânia.

Em 1977, foi eleito membro do Comité Central, durante o Primeiro Congresso do MPLA, assumindo no ano seguinte o secretariado para a Informação do partido e posteriormente o sector de Relações Exteriores.

Afonso Van-Dúnem foi eleito deputado à Assembleia do Povo (parlamento), em 1980.

De 1985 a 1989, ocupou-se da pasta das Relações Esteriores, no Governo da então República Popular de Angola, depois de José Eduardo dos Santos e Paulo Teixeira Jorge, respectivamente.

Foi igualmente representante permanente de Angola junto da Organização das Nações Unidas (ONU).

Afonso Domingos Pedro Van-Dúnem “Mbinda”, casado e pai de cinco filhos, era, até a data da sua morte, presidente da Fundação Sagrada Esperança.

Fonte:Angop/Jambakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 18 de Novembro de 2014 by in Politica and tagged , , , , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: