JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Diversificação da economia passa por mais investimento privado

fsdedvA ministra da Indústria, Bernarda Gonçalves Martins, considerou hoje, em Luanda, que a diversificação da economia passa por atrair mais e melhor investimento privado, angolano e estrangeiro, para aumentar a produção nacional, diminuir as importações e potenciar as exportações dos sectores não petrolíferos.

Ao falar na cerimónia de abertura da Expo Industria – Primeiro Salão da Indústria Angolana, a ministra afirmou que a diversificação  da economia  é um desígnio estratégico, cada vez mais premente, face à dependência do petróleo e as variações de preço a que o mesmo está sujeito nos mercados internacionais  e que os países produtores pouco controlam.

Segundo a governante, a indústria  transformadora,  a par de outros sectores da economia,  constitui um sector importante para atingir objectivos estratégicos consignados.

Sublinhou que o Ministério não cria barreiras, pois, por princípio, a instalação de qualquer empresa industrial privada,  desde que esta se conforme com as leis e regulamentos existentes sobre a industria, compete aos investidores privados avaliarem a oportunidade e rentabilidade dos seus investimentos e decidirem em conformidade.

“Um  investimento industrial é sempre um projecto complexo de risco elevado, dado que tem ciclos mais longos para a recuperação do capital investido, nomeadamente quando, como no nosso país,  as infra-estruturas existentes para a implantação dessas indústrias são ainda débeis, e, em muitos casos e localizações, não só quanto a infra-estruturas,  como  parques industriais, energia, saneamento  básico e acessibilidade, mas também  disponibilidade de pessoal, sobretudo  qualificado”, sublinhou a governante.

Referiu que  muitos dos sectores representados neste primeiro salão da indústria estão mais próximos de conseguir abastecer o mercado nacional na totalidade ou mesmo, nalguns casos,   já produzem excedentes  face à demanda  interna.

Segundo referiu,  até ao final deste mês o Censo da Industria ficará concluído  e os resultados serão apresentados no início de 2015.

Até finais de Outubro deste ano  foram já registadas sete mil e 167 unidades industriais.

Estão presentes neste primeiro salão da indústria angolana  72 empresas de diversos ramos de actividade.

Fonte:Angop/Jambakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 20 de Novembro de 2014 by in Politica and tagged , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: