JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

PGR emite mandato de captura do assassino de Hilbert Ganga

Sem TítuloA Procuradoria Geral da República exarou na sexta-feira, 21, o mandato de captura contra o agente da segurança presidencial que supostamente disparou mortalmente contra o militante da Convergência Ampla para a Salvação de Angola, CASA-CE, Hilberto Ganga. O anúncio foi feito ontem pelo advogado Francisco Miguel “Michel”, durante o acto de homenagem ao patrono da Juventude Patriótica de Angola (JPA), braço juvenil da força política liderada por Abel Chivukuvuku.

Segundo o advogado, neste momento o processo está à responsabilidade da Direcção Provincial da Investigação Criminal (DPIC). Francisco Miguel afirmou que o mesmo órgão está a fazer manobras para retardar a orientação.

“A Procuradoria Geral da República exarou a captura, porque o crime cometido não admite liberdade provisória. Estou a ver que há aqui alguma manobra por parte da direcção da DPIC, em tentar retardar ou resistir ao despacho que está exarado por despacho do Tribunal Provincial de Luanda, na pessoa do digno agente do Ministério Público”.

Na sua abordagem, Francisco Miguel deixou claro que o acusado deve esperar a sessão de julgamento na cadeia. “A captura está exarada, ele tem que aguardar o julgamento em prisão preventiva”, concluiu.

O Rede Angola acompanhou de perto a marcha da CASA-CE e observou que a Polícia Nacional escoltou a actividade do local da partida, no supermercado Shoprite, do Palanca, até ao cemitério da Santa Ana, onde o presidente da Convergência da Salvação de Angola, depositou uma coroa de flores ao túmulo de Ganga, declarado Patrono da JPA.

A caminhada, que durou cerca de uma hora, foi dirigida pelo líder da CASA-CE Abel Chivukuvuku, e teve várias paragens porque o político interrompia a marcha para manter o diálogo com cidadãos que assistiam ao acto de homenagem a Manuel Hilbert Ganga.

Estiveram na marcha em memória ao patrono da JPA, membros do Conselho Nacional dos Activistas Cívicos de Angola, sociedade civil e membros pertencentes a família do antigo dirigente da CASA-CE. Presente no acto, Abel Chivukuvuku não proferiu nenhum pronunciamento em memória a Ganga.

De relembrar que Manuel Hilbert Ganga foi morto na madrugada do dia 23 de Novembro de 2013, quando o activista e outros militantes tentavam colar cartazes no perímetro da presidência da República, em protesto contra os assassinatos dos activistas Alves Kamulingue e Isaías Cassule.

Fonte: Rede Angola/Jambakiaxi

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 25 de Novembro de 2014 by in CASA-CE, Politica, Sociedade and tagged , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: