JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Samakuva culpa “mais velhos” por gafe

dasdO presidente da UNITA, Isaías Samakuva, negou ter dito em Portugal que “Angola precisa de outra independência”. Uma gafe que não passou despercebida nos meios políticos dentro e fora do país, inclusive em Portugal, não fosse este o país que ocupou e colonizou Angola durante séculos.

O líder do maior partido da oposição chamou ontem jornalistas à sede do seu partido para um balanço sobre a recente digressão pela Europa, onde esperava dialogar, estreitar a cooperação e ganhar experiências com outras formações políticas na oposição, mas a iniciativa acabou envolta numa grande polémica pelas declarações emocionadas feitas em Lisboa.

Citado por vários meios de comunicação locais e não só, Isaías Samakuva disse, em Lisboa, que “Angola precisa de outra independência”, já que, no seu entender, “o actual governo chegou ao seu fim e já não consegue reunir as condições políticas de governabilidade e legitimidade para se manter em plenitude de funções”.

Indagado por jornalistas, Samakuva começou por questionar se interessava voltar a falar sobre o assunto, já que no seu entender rebater o tema seria “despender tempo”. No entanto, continuou à procura da passagem no seu discurso em que falava sobre o tema, concluindo que a ideia original de uma “nova independência para Angola” não era sua, mas de “muitos mais velhos” que o abordaram durante as viagens que efectuou pelo país.

Samakuva mostrou algum desconforto, e sem dizer ao certo de que “mais velhos” se tratava, encetou uma “fuga para frente”, afirmando que as expressões que lhe foram imputadas tinham sido “deturpadas”, supostamente no âmbito de uma “campanha bem montada para tentar denegrir a UNITA”.

Fonte:JA/Jambakiaxi
O líder da UNITA voltou a causar espanto ao declarar que o actual Governo “chegou ao fim”, precisamente o que disse na capital portuguesa. Foi inevitável a estranheza por parte dos jornalistas já que o actual Governo entrou em funções em Outubro de 2012, depois da vitória do MPLA nas eleições gerais, em que Samakuva foi cabeça-de-lista pela UNITA. O reconhecimento a nível interno e também no estrangeiro dos progressos registados no país nos 12 anos de paz nada dizem ao líder da UNITA, que remeteu, outra vez, para os “mais velhos” incertos a percepção de estagnação social para defender, agora sim, ele próprio, uma “nova ordem política” em Angola.
Líder do maior partido da oposição, Samakuva negou qualquer apoio a manifestações de organizações juvenis. “A UNITA nada tem a ver com isso. Sempre que vamos realizar uma manifestação chamamos a imprensa e anunciamos publicamente e de forma clara”, declarou.
Samakuva também foi questionado sobre o destino de uma suposta fortuna deixada pelo fundador da UNITA, Jonas Savimbi, resultado de anos de exploração ilegal de diamantes que permitiu ao grupo rebelde do qual foi seu representante na Europa manter uma guerra contra o exército governamental, matar milhares de civis, destruir pontes e estradas e minar milhares de hectares de terras aráveis.
Para o líder do “Galo Negro”, a situação de guerra então vivida justificava que a UNITA explorasse diamantes e os vendesse a quem os quisesse comprar para se manter viva e continuar com as suas acções terroristas. “Eramos um estado dentro de outro estado, portanto era normal que explorássemos diamantes”, declarou. Além de Portugal, o recente périplo internacional do presidente da UNITA levou-o a Cabo Verde, Bélgica e França. Samakuva assumiu a direcção da UNITA há 11 anos e já anunciou que vai candidatar-se a mais um mandato (o quarto consecutivo), no próximo congresso do partido.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 26 de Novembro de 2014 by in Politica, UNITA and tagged , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: