JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

FMI recomenda aumento de impostos em Angola

rgwerNa sequência da queda do preço do petróleo, o Fundo Monetário Internacional recomendou ao governo de Angola que aumente os impostos e elimine os subsídios aos combustíveis. As medidas deverão ajudar a compensar as receitas, depois de os preços do petróleo terem caído para metade desde Junho.

“Primeiro, subam os impostos”, disse Nicholas Staines, representante permanente do FMI em Angola, em Luanda, citado pela Bloomberg, acrescentando: “Eu adoro realmente impostos. É assim que um Estado funciona. Sem impostos, não há Estado”.

Num país em que o petróleo representa quase a totalidade das exportações e mais de dois terços das receitas do governo, as autoridades angolanas reduziram a estimativa do preço do petróleo de 81 para 40 dólares por barril no Orçamento do Estado e deverão publicar em Março um plano de despesa pública revisto.

De acordo com o representante do FMI, as receitas provenientes do OE deverão cair 17 mil milhões de dólares e as exportações de petróleo cerca de 27 mil milhões de dólares, tendo como base o preço de 45 dólares por barril e a previsão de produção média de 1,66 milhões de barris/dia em 2014. De acordo com dados da Bloomberg, Angola terá produzido 1,81 barris/dia em Janeiro de 2015.

Esta não é a primeira vez que um membro do FMI fala em aumento de impostos em Angola: a 28 de Janeiro, Christine Lagarde, directora do Fundo Monetário Internacional, considerava numa entrevista que os países africanos deveriam focar-se na preservação das receitas, em resposta à queda do preço do petróleo a nível mundial. Staines sublinhou a posição: “Subsídios aos combustíveis: livrem-se deles”, reforçou, opinando sobre o seu caráter regressivo. “Saem caro e beneficiam os ricos”, disse, afirmando que Angola já gastou cerca de 4% do seu orçamento de 2013 a subsidiar os preços dos combustíveis e baixou-os duas vezes desde Setembro último. O orçamento actual de Angola prevê um défice de 7,6% do produto interno bruto e o país deve trabalhar para regressar a um excedente orçamental dentro de alguns anos, declarou ainda Staines.

Fonte:Jambakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 10 de Fevereiro de 2015 by in Economia, Politica and tagged , , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: