JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Três presidentes no Luau

SmallJosé Eduardo dos Santos recebeu hoje os  homólogos da Zâmbia e da RD Congo para inaugurar a conexão ferroviária entre os países.

Os presidente José Eduardo dos Santos, da República Democrática do Congo (RD Congo) e da Zâmbia participam hoje  na inauguração da estação ferroviária do Luau, no regresso do comboio à fronteira dos três países mais de 30 anos depois.

Em causa está o designado “corredor do Lobito”, a linha férrea entre o litoral e interior angolano, numa extensão de 1.344 quilómetros, cuja construção arrancou em 1903, no período colonial português. O comboio deixaria de circular há 32 anos, devido à destruição das infra-estruturas durante a guerra civil angolana.

A linha foi totalmente reabilitada nos últimos anos e a partir de sábado o Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) regressa ao Luau, possibilitando (após a interligação em curso) à RD Congo e à Zâmbia – no interior do continente africano – a exportação por via marítima, pelo porto de Lobito, recorrendo a este corredor ferroviário.

As inaugurações a realizar no Luau pelo Presidente de Angola serão testemunhadas pelo Presidente da RD Congo, Joseph Kabila, e da Zâmbia, Edgar Chagwa Lungu, este último de visita a Angola e que hoje foi recebido pelo chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos.

“Na oportunidade [inaugurações no Luau] abordarão com o seu homólogo angolano o processo do corredor de desenvolvimento do lobito, que vai servir para escoar os minérios de Katanga [RDCongo] e Copperbelt da Zâmbia, bem como toda a logística de importação e exportação daqueles dois países”, informa ainda a Casa Civil do Presidente da República angolano.

O CFB é um empreendimento público mas de concretização totalmente chinesa, desde o projeto à construção da linha e das 67 estações, além do fornecimento de material circulante, num investimento avaliado em USD 1,83 mil milhões de dólares.

A obra, em várias fases, foi concluída em 2014 e esteve a cargo da empresa China Railway Construction Corporation (CRCC).

O troço final da CFB, entre Luena e Luau, de 334 quilómetros e com sete estações, foi concluído em 2014 e esteve em testes até agora, com a partida, na tarde de terça-feira, do designado “comboio inaugural”, ligando dois extremos do país e transportando 250 convidados.

A ligação entre o Lobito e a cidade do Luena, a capital da província do Moxico, tinha sido restabelecida em 2012, sendo o transporte de passageiros agora alargado até à fronteira.

Esta linha deverá garantir o transporte anual de 20 milhões de toneladas de carga e de quatro milhões de passageiros.

Ainda no Luau, será inaugurado hoje, pelo Presidente o novo aeroporto, cuja primeira fase da obra está avaliada em 8,7 mil milhões de kwanzas (USD 82 milhões).

Trata-se do único aeroporto preparado para receber voos internacionais na região leste do país, que envolve as províncias do Moxico, Lunda Sul e Lunda Norte.

Fonte:TPA/Jambakiaxi

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 14 de Fevereiro de 2015 by in Politica and tagged , , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: