JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Parlamento recebe contribuições para rever orçamento

erhwrhOrçamento rectificativo vai reflectir melhor o impacto da queda do preço do petróleo na economia.

Deputados e membros do executivo reúnem-se hoje, no Parlamento, para mais contribuições à proposta do OGE 2015 revisto.

A ministra das Pescas, Vitória de Barros, defende que o executivo deve estabelecer prioridades orçamentais para a melhor gestão do novo período económico imposto pela oscilação dos preços do petróleo no mercado internacional.

“Temos que estabelecer prioridades, encarar o novo quadro económico do país e rever o Orçamento, anteriormente aprovado, para que possamos trabalhar nos marcos actuais da nossa economia”, disse, em entrevista à RNA.

Já o presidente da Associação Industrial de Angola, José Severino, aconselha que os investimentos em curso se mantenham inalteráveis e os novos investimentos devem aguardar novos rumos da economia no mercado cambial.

“Daquilo que conhecemos, os investimentos que estão em curso vão continuar e os novos investimentos vão esperar melhor época cambial. A outra questão que se expõe, neste aspecto, é que os dinheiros para a educação não podem ser reduzidos, e os dinheiros para a saúde não devem ser reduzidos, como devem ser aumentados”, disse.

Conforme noticiado anteriormente pelo Rede Angola, a revisão do OGE 2015 reduz a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 6,6 por cento.

Na origem desta revisão está a forte quebra da cotação do petróleo no mercado internacional. Neste cenário, o barril de crude para exportação desceu, na previsão do Governo, de USD 81 para USD 40.

O peso da exportação do petróleo nas receitas fiscais deverá cair dos 70 por cento de 2014 para cerca de 36,5 por cento este ano, estando previsto ainda um défice nas contas públicas de 6,2 por cento do PIB, contra os 7,6 por cento do OGE ainda em vigor.

Esta revisão das contas públicas prevê a redução do total das receitas do Estado – envolvendo receitas fiscais, patrimoniais e de endividamento – de Kz 7,2 biliões (USD 68,3 mil milhões) para Kz 5,4 biliões (USD 51,3 mil milhões), com despesas fixadas em igual valor.

A inflação, na última previsão do Governo, deverá oscilar entre os 7 e os 9 por cento este ano.

Fonte:Rede Angola/Jambakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 25 de Fevereiro de 2015 by in Economia, Politica, Sociedade and tagged , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: