JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Angola avança com 15 novas licitações de blocos petrolíferos este ano

5yu5t7jA Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) vai licitar este ano 15 novas concessões para pesquisa e produção de petróleo nas bacias angolanas do Congo e do Namibe, disse hoje o presidente do Conselho de Administração da empresa.

Segundo Francisco de Lemos José Maria, que falava em Luanda na conferência de imprensa anual de apresentação de resultados da Sonangol, em causa estão novas concessões nas bacias do Congo e do Namibe, em ambos os casos em águas profundas.

Paralelamente, a Sonangol, concessionária nacional do setor petrolífero, prevê concluir este ano a licitação de dez blocos nas bacias terrestres do Congo e do Cuanza, lançada em 2014, disse ainda o administrador.

A Sonangol mantém o objetivo, assumido pelo Governo, de atingir uma média de produção nacional petróleo bruto e de gás “equivalente a dois milhões de barris por dia”, mas o administrador não avançou datas concretas.

“E sustentar esta meta no futuro, através de um crescimento médio da produção petrolífera em 4% ao ano”, apontou.

Angola é o segundo maior produtor de petróleo da África subsaariana e o Governo angolano prevê atingir este ano os 1,83 milhões de barris produzidos diariamente.

“Não haverá cortes de produção [em 2015]. Os campos que estão em produção continuarão a produzir, os projetos que estão em curso serão concluídos e entrarão em produção nas datas que estão previstas”, disse ainda Francisco de Lemos José Maria, garantindo que a produção petrolífera angolana vai aumentar em 2015 e 2016.

De acordo com os números apresentados hoje pela Sonangol, a produção de petróleo em Angola diminuiu 2,6% em 2014, face ao ano anterior, para 1,671 milhões de barris por dia, e os lucros líquidos da concessionária pública caíram 77%, para 710 milhões de dólares (626 milhões de euros).

Questionado pela Lusa, o administrador-executivo da Sonangol para a Exploração e Produção de Hidrocarbonetos, Paulo Jerónimo, esclareceu que as reservas de petróleo em Angola estão avaliadas entre 3,5 mil milhões de barris (categoria de provada) e 10,8 mil milhões de barris (categoria de provável).

Em 2014, na exportação de petróleo bruto, a China foi o maior comprador da Sonangol, com uma quota de 47%, seguida da Índia (13%) e de Espanha, Canadá e Taiwan, os três países com um peso de 6%.

Portugal comprou 3% das exportações angolanas de petróleo bruto em 2014.

Fonte:Angola 24 horas/Jambakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 27 de Fevereiro de 2015 by in Politica and tagged , , , .

Navegação

%d bloggers like this: