JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Mais de 800 estrangeiros expulsos por estadia ilegal

efqwqO Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) expulsou, 864 cidadãos estrangeiros este ano  por estadia ilegal no território nacional, anunciou a Angop.

Segundo fonte do SME, a referida cifra representa mais 249 expatriados comparativamente ao igual período anterior, adiantando que os cidadãos em causa foram expulsos por via administrativa (854) e judicial (dez).

Ainda como informação relevante neste período, por terem sido recusados a entrar no país de destino, desembarcaram através do posto de Fronteira Aérea de Luanda cinco cidadãos, sendo três por uso de vistos falsos, provenientes de Bruxelas (Bélgica) e dois por não terem observado os requisitos de entrada no espaço Shengen (Portugal) vindos de Addis Abeba (Etiópia).

No que tange aos movimentos migratórios, o SME registou a entrada de 15.098 cidadãos (menos 146) e a saída de 15.221 (menos sete), respectivamente. Os dados reflectem o fluxo migratório nos mais distintos postos de fronteira terrestre, fluvial, aéreo e marítima.

Em relação aos actos migratórios para nacionais, foram recepcionados 6.811 pedidos de passaportes (mais 2.555) provenientes das direcções provinciais, postos de atendimento em Luanda, missões diplomáticas e consulares, tendo sido emitidos 6.308 passaportes ordinários, onze salvo-conduto e 3.342 passes de travessia.

Na semana em análise o SME recepcionou dos utentes estrangeiros 2.952 pedidos para emissão de diversos tipos de vistos (mais 759) e foram emitidos 860 vistos (menos 56) e prorrogados 2.253.

No capítulo das infracções migratórias e por violação a lei 2/07, de 31 de Agosto, sobre o regime jurídico dos estrangeiros vigente na República de Angola, foram sancionados com multas 86 cidadãos e nove empresas.

Neste momento o SME controla, ao nível do Centro de Detenção de Estrangeiros Ilegais (CDEI), um total de 681 cidadãos estrangeiros ilegais que aguardam a formalização das respectivas expulsões.

Da população estrangeira detida nestes centros, a nacionalidade congolesa (RDC) lidera a lista de detidos com um total de 232, seguindo-se da conacri-guineense com 143.

Fonte:Angop/Jambakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 4 de Março de 2015 by in Politica and tagged , , , .

Navegação

%d bloggers like this: