JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Périplo pela região dos Grandes Lagos foi proveitoso – Manuel Augusto

etrh4O secretário de Estado das Relações Exteriores, Manuel Augusto, considerou terça-feira, em Luanda, proveitoso e pontual o périplo, de quase duas semanas, que realizou por alguns países da região dos Grandes Lagos, como enviado especial do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos.

Manuel Augusto teceu estas considerações à imprensa, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, após a sua chegada ao país.

Na ocasião, o responsável disse que a jornada permitiu constatar “in-loco” a realidade de cada um destes estados e abordar com as autoridades locais questões atinentes à situação política e de segurança na referida região.

Durante as audiências, o secretário de Estado das Relações Exteriores abordou com os seus interlocutores a situação na fronteira entre o Ruanda e a República Democrática do Congo, a crise pré-eleitoral no Burundi, assim como a Cimeira sobre a Região dos Grandes Lagos, a realizar-se em Luanda, entre o final deste mês e princípio de Junho.

“Tive a oportunidade de encontrar-me com alguns Chefes de Estado, os quais consideram que a situação na nossa região está relativamente estável e que alguns dos progressos registados no final do ano passado e princípio deste mantêm-se. Mas reconhecem que precisamos continuar a trabalhar juntos para melhorarmos definitivamente a situação”- salientou.

Contudo, o secretário de Estado das Relações Exteriores manifestou-se preocupado com alguns acontecimentos pontuais, a exemplo do que está a acontecer na República do Burundi, por causa do seu possível efeito como factor desestabilizador na região.

Nesta digressão Manuel Augusto visitou a RCA, o Burundi, o Ruanda, a RD Congo e o Congo Brazaville.

No Burundi, esclareceu o governante, teve a garantia de que a situação estava sob controlo, mas notara que persistem as preocupações, tendo em conta que quanto mais se aproxima a data das eleições maior é o perigo de desentendimento. Por este motivo, julga ser imperiosa a identificação de soluções urgentes para repor a estabilidade neste país.

Já na República Centro Africana, Manuel Augusto testemunhou “o início e o fim do diálogo”, para a Reconciliação e a Paz, por ocasião do encerramento do Fórum de Bangui, que adoptou o “Pacto Republicano”, um compromisso de todas as forças políticas, sociais, religiosas e culturais  da RCA, para com a paz, unidade e a reconciliação nacional.

O enviado especial do Chefe de Estado participou também no Fórum para a Paz na República Centro-Africana, que decorreu em Bangui, de 4 a 11 de Maio, reunindo mais de 600 delegados ligados à política, cultura e religião do país, como tentativa de se encontrar caminhos para uma paz definitiva e para a realização de eleições, ainda este ano.

O estadista angolano, José Eduardo dos Santos, é actualmente o presidente em exercício da CIRGL, que integra, além de Angola, o Burundi, o Congo Brazzaville, a República Centro-africana, a RD Congo, o Quénia, a Zâmbia, o Sudão, o Sudão do Sul, o Rwanda, a Tanzânia e o Uganda.

A Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos foi criada após os conflitos políticos que marcaram esta parte do continente, em 1994, os quais levaram ao reconhecimento da sua dimensão e a necessidade de um esforço conjugado para a promoção da paz e o desenvolvimento da região.

Fonte:Angop/Jambakiaxi

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 13 de Maio de 2015 by in Politica and tagged , , .

Navegação

%d bloggers like this: