JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Parlamento angolano debate salário mínimo

wfwO Parlamento angolano vai debater o salário mínimo numa altura em que o poder de compra da maioria dos angolanos conhece uma descida acentuada  por causa da alta dos preços no mercado resultantes da acentuada desvalorização da moeda nacional face ao dólar americano.

O chefe da bancada parlamentar da Casa-CE André Mendes de Carvalho disse  que a escolha do tema deve-se  às transformações económicas do país, mas não avançou uma proposta concreta de salário mínimo.

Segundo o parlamentar, esta é uma preocupação dos trabalhadores, sobretudo agora que o preço do petróleo caiu e o Estado retirou a subvenção aos combustíveis.

A especialista em direito do trabalho  Josefa Webba considera que, sendo  Angola um dos países com o custo de vida dos mais altos do mundo, não faz qualquer  sentido que o salário da função pública  seja de apenas 15 mil Kwanzas.

Webba considera mesmo que Angola “não é um Estado de bem”  por causa desta situação.

A jurista  afirmou ainda que o país nunca definiu  um salário mínimo nacional porque a actual Lei Geral do Trabalho  não foi deliberadamente regulamentada por forma a permitir  um debate sobre  a matéria.

“Isto significa que se ela fosse sujeita àquela revisão que a Assembleia Nacional , obrigatoriamente , pediu para que fosse regulada, de certeza que este assunto já sido solucionado”, assegurou.

Josefa Webba revelou  ainda que Angola nunca teve um salário mínimo nacional como acontece noutros país, tendo apenas definido  o salário da função pública que foi sofrendo reajustes   em função do nível de vida que o país foi tendo.

O tema foi proposto pelo Grupo Parlamentar da Casa-CE, mas a oposição não acredita que do debate  saia alguma proposta em concreto por suspeitar que os ministros de tutela não estarão presentes ao debate já que não estão obrigados a prestar contas ao Parlamento sem a autorização do Presidente da República

O salário mínimo em Angola  está fixado  em 15 mil Kwanzas em função do ramo  de actividade.

Um decreto presidencial de 2014  fixou em cerca de 23 mil Kwanzas o salário mínimo nacional para os ramos do comércio e da indústria extractiva, enquanto nos sectores de  transportes, serviços e indústrias transformadoras, o valor mínimo mensal  é de aproximadamente  19 mil  Kwanzas  e pouco mais 15 mil para a agricultura.

Fonte:VOA/JAmbakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 20 de Maio de 2015 by in Economia, Politica, Sociedade and tagged , , , .

Navegação

%d bloggers like this: