JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Depois de 2 anos de espera, clientes vêem o sonho da casa própria concretizado

hyComeça esta Quinta-feira na província de Luanda, o processo de entrega de casas do projecto habitacional KK5000, conhecido como segunda fase do projecto Kilamba, aos clientes que pagaram a primeira prestação e se encontravam na lista de espera.

A Imogestin, a imobiliária que substituiu a Sonip na gestão das centralidades construídas no país, publicou, no Jornal de Angola, uma lista dos cem primeiros clientes que, depois de dois anos de espera, vêem o sonho da casa própria concretizado.

Por não haver moradias disponíveis na Centralidade de Cacuaco e na Cidade do Kilamba, os cidadãos que se inscreveram para as duas urbanizações, e cuja reclamação foi validada pela Imogestin,  recebem  moradias no projecto habitacional KK5000, cujas casas estão próximas da Cidade do Kilamba, daí ser conhecido  por segunda fase do Projecto Kilamba.

A relação nominal foi divulgada três dias depois de a Imogestin ter publicado, no JA, um  comunicado a informar que “aos clientes que pagaram à Sonip e não receberam casas até Dezembro de 2014, na Centralidade do Kilamba, devem ser disponibilizadas habitações no Projecto KK5000, localizado no Kilamba, entre os meses de Junho e Setembro de 2015, em função da conclusão do processo de construção”. As habitações do Projecto KK5000, todas de tipologia T3, vão ser vendidas, em moeda nacional, ao preço equivalente a 55 mil dólares, e pagas em 20 anos, em regime de propriedade resolúvel.
A prioridade, acrescenta o documento, é dada aos clientes que pagaram apartamentos T3, por ser a tipologia de casas construídas no Projecto KK5000.

Por este facto, os clientes que pagaram apartamentos do tipo T5 devem aguardar a sua  posterior convocatória, lê-se no documento da Imogestin. A diferença do valor da prestação que pagaram à Sonip em função da redução do preço da casa vai ser considerado como pagamento adicional, descontado nas próximas prestações.

As futuras prestações são pagas, com periodicidade mensal, através do sistema ATM, conhecido por Multicaixa, ou através de depósito bancário. s clientes que não pretendem aderir à proposta da presente solução, aprovada pelo Executivo, podem reclamar junto da Sonip o reembolso dos valores adiantados, a título de pagamento da primeira prestação. As chamadas e entregas de casas aos clientes são feitas com base na data de pagamento da primeira prestação anual efectuada.

Fonte:Angonotícias/Jambakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 25 de Junho de 2015 by in Opinião Publica, Politica, Sociedade and tagged , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: