JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

MPLA prepara contra informação electrónica

thgrhO secretário do Bureau político do MPLA para os assuntos políticos e eleitorais, João Martins, manifestou-se apologista da necessidade de se responder , nos mesmos termos, todas as afrontas ao partido com maioria parlamentar em Angola.

“Devemos ter a capacidade de criar mecanismos adequados para o combate político e assim aproveitamos a oportunidade para lançar um repto sobre a necessidade de, a par do trabalho de activismo que vem sendo desenvolvido ao longo dos tempos pelo nosso partido, a partir de agora criar mesmo, com a devida formação e capacitação, uma verdadeira rede de activistas que saiba, com maior mestria e qualidade, utilizar os instrumentos que os detractores do nosso regime também usam contra nós, nomeadamente, as redes sociais e todas as tecnologias de informação”, apelou.

As declarações do membro do Bureau Político do MPLA foram proferidas durante a X reunião plenária do Comité Provincial do seu partido tendo afirmado ter chegado o momento de os seus membros começarem a fazer o “trabalho de casa” e não aguardar somente por ocorrências políticas pontuais.

O dirigente do MPLA instou os membros do seu partido na província a prestarem uma maior dedicação e empenho na concretização das tarefas da agremiação partidária “de modo continuado, sem esperar pelas vésperas dos congressos ou dos processos eleitorais”.

O também coordenador do grupo de acompanhamento do Bureau Político para a província de Benguela, sublinhou a importância de os militantes serem informados e esclarecidos sobre os principais factos políticos que vêm ocorrendo nos últimos tempos e que ocupam grande parte do debate político em muitos fóruns.

João Martins chamou atenção aos membros que, como partido no poder, o MPLA deve ter capacidade de defender sempre a posição e actuação das instituições legais e competentes, de modo a reforçar o sentimento de autoridade institucional.

“É nossa convicção de que as democracias só se consolidam com instituições fortes, com instituições coesas e que actuem com suporte na Constituição e na lei”, defendeu.

O político disse saber que não agrada a muitos o facto de o partido, sob liderança do presidente José Eduardo dos Santos, ter conseguido vencer sempre todos os obstáculos com que se vem deparando.

O membro do Bureau Político do MPLA sustentou que que todas as artimanhas serão sempre utilizadas “por aqueles que não querem ver o MPLA concretizar o sonho dos angolanos e propiciar uma vida melhor para todos e um país bom para se viver, como referiu o nosso líder”. De acordo com a fonte, o partido deve munir-se de todos os mecanismos tecnológicos para contrapôr com verdade e espírito patriótico aquilo que é bem fundado e da actuação do seu partido, bem como das instituições que defende.

Fonte:Angonotícias/Jambakiaxi

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 17 de Agosto de 2015 by in MPLA, Politica and tagged , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: