JambaKiaxi

O mundo noticioso sem preço

Coréon Dú é um dos jovens que está a recriar a imagem de África

wefwgA revista “Forbes” nomeou 15 personalidades com menos de 35 anos que estão a dar um novo rosto ao continente.

Coréon Dú está entre os 15 jovens africanos com menos de 35 anos que estão a criar uma nova imagem para o continente. A conclusão é da revista Forbes que publicou sexta-feira um artigo sobre esta nova geração que começa a colocar África na agenda dos média sem falar de guerras civis, pobreza, corrupção e refugiados.

O continente africano mostra vários “talentos com menos de 35 anos, cuja criatividade chega a uma audiência que vai além das fronteiras dos seus respectivos países. O que têm em comum é a atenção positiva que cada um consegue para si próprio através das artes plásticas, música, moda ou entretenimento. Fazem parte de um novo movimento que está a recriar a imagem de África”, explica o texto intitulado “The 15 Young African Creatives Rebranding Africa”.

Coréon Dú faz parte deste grupo, segundo a Forbes. “Um cantor de sucesso, agente de moda, fundador de uma editora discográfica, designer, organizador de eventos e produtor de televisão. O criativo angolano é um homem que usa muitos chapéus. José Eduardo Paulino dos Santos é filho do presidente angolano, no entanto, conseguiu sair da sombra do pai fazendo o seu nome noutras plataformas”.

O músico de 30 anos é director executivo da Da Banda Model Agency e membro da organização da Elite Model Look Angola, Cabo Verde, Moçambique e África do Sul. Nestas agências foi um dos responsáveis pela descoberta das top models Maria Borges, Alécia Morais, e, mais recentemente, Amilna Estevão. Como produtor de telenovela teve mais sucesso com “Windeck”, que foi nomeada aos Emmy em 2013.

A lista da Forbes inclui ainda o modelo luso-guineense Armando Cabral, de 31 anos, que este mês já tinha sido considerado um dos 31 melhores modelos masculinos do mundo pela revista Details.

“É a estrela da última campanha de Outono/Inverno da Balmain, ao lado do seu irmão Fernando […] Mas ser alto, negro e bonito não é tudo sobre o modelo da Guiné Bissau. Quando não está em frente às câmaras, está ocupado a desenvolver a sua marca de sapatos Armando Cabral, fundada em 2008”.

Cabral foi distinguido como o Modelo do Ano 2013 pela revista portuguesa GQ, além disso realizou editoriais para a Antidote, Out Magazine, Esquire, Interview, GQ e chegou a trabalhar exclusivamente para a Dior e Calvin Klein.

Fonte:Rede Angola/Jambakiaxi

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 3 de Setembro de 2015 by in Cultura, Diversos, Opinião do Facebook, Opinião Publica, Sociedade and tagged , , , , , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: